Joseph Safra tem data de audiência para depor na Operação Zelotes

Uma operação, maior em tamanho do que a própria Operação Lava-Jato anda a pernas um pouco mais lentas, mas corajosas: caminha na direção de colocar outros bilionários brasileiros em xeque: dessa vez Joseph Safra é alvo do procurador Frederico Paiva.

A operação Zelotes começou faz bastante tempo: em 2013, a corregedoria da Polícia Federal fez uma denúncia de corrupção do próprio Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), sobre um esquema de compra e votos dentro do conselho.

Leia a denúncia na integra do caso contra Joseph Safra: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/wp-content/uploads/sites/41/2016/03/Denuncia-caso-JS-Safra_1.pdf

Citação da denúncia oferecida ao Ministério Público Federal:

JOSEPH YACOUB SAFRA, corruptor, é presidente do Grupo SAFRA, maior acionista e representante da maioria do capital social da empresa, como demonstra a ata da Assembleia Geral Extraordinária de 07/02/2014 (cópia anexa), publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo/SP em 04/04/2014 (http://www.jusbrasil.com.br/diarios/68625466/dosp-empresarial-04-04-2014-pg-77). Embora os atos de corrupção tenham sido tratados direta e pessoalmente por JOÃO INÁCIO PUGA, restou demonstrado, em pelo menos três oportunidades, que PUGA, que não era sócio do SAFRA, não tomava efetivamente as decisões, pois se reportou ao pessoal (alguém superior), que é JOSEPH Y. SAFRA.

A audiência está marcada para Joseph Safra para o dia 20 de outubro desse mês

Talvez a atuação do Juiz Moro na operação Lava-Jato esteja abrindo novos horizontes no lento e por vezes temeroso judiciário brasileiro. Em contrapartida, o Juiz Vallisney de Souza Oliveira já mostrou tanta ou mais coragem e disposição para esmiuçar os autos e permitir que a também força tarefa trabalhe de forma autônoma.

 

Advertisements